Obras

O VOLTAR
Alexandre Levy_Henrique Oswald_Claudio Santoro
Nelson Freire

Alexandre Levy, Henrique Oswald e Claudio Santoro

Alexandre Levy (1864-1892)

Seu nome está associado às origens do nacionalismo musical brasileiro. Seu Tango Brasileiro (1890) tornou-se um clássico, tendo sido gravado por Guiomar Novaes, Antonieta Rudge, Magdalena Tagliaferro e Arnaldo Estrella. Darius Milhaud, na parte final de seu Le Bœuf sur le toit, orquestrou e citou na integralidade toda a seção mediana dessa peça.

Alexandre Levy – Tango Brasileiro

Henrique Oswald (1852-1931)

Além de pianista virtuose, sua sofisticação enquanto compositor poderia ser comparada à de Gabriel Fauré, por seu senso da medida e pelo refinamento de sua linguagem harmônica. Seu estilo não chegou a ser afetado pelo nacionalismo musical, como o atesta sua Valse Lente, de 1910.

Henrique Oswald – Valse lente

Claudio Santoro (1919-1989)

Sua extensa produção inclui, além de uma ópera e catorze sinfonias, uma extensa obra de câmara. Sua obra se desenvolveu ao longo de diversas fases estilísticas, desde a música dodecafônica nos anos 1940, com um retorno ao nacionalismo na década de 1950, e uma reintegração às tendências de vanguarda nos anos 60 e 70. As peças que Nelson Freire apresenta nesta gravação datam dessa segunda fase. (…) A Toccata (1955) foi executada em 1957 por Nelson Freire no Primeiro Concurso Internacional de Piano do Rio de Janeiro.

Claudio Santoro – Toccata


Nota: Todos os trechos citados são de autoria de Manoel Corrêa do Lago e foram retirados do encarte do CD Brasileiro, de Nelson Freire.