Obras

O VOLTAR
Bach - Cantata BWV 63

Bach – Cantata, BWV 63

A Cantata, BWV 63, Christen, ätzet diesen Tag (Cristãos, gravai este dia), é a maior e mais ambiciosa das cerca de 20 cantatas compostas por Bach em Weimar (1714-1717) que chegaram até nós. Bach e seu libretista Salomo Franck não pouparam esforços para produzir uma obra monumental.

A composição começa com um coro de grande escala, uma orquestra com quatro trompetes, tímpanos, três oboés, cordas e contínuo.

Da mesma forma que o primeiro coro mostra exuberância e extroversão, o recitativo para contralto é íntimo e profundo, um dos maiores recitativos acompanhados das cantatas de Bach.

A parte central da cantata é composta de dois duetos. O primeiro, para soprano e baixo com oboé obbligato, é austero e elevado. O segundo, para contralto e tenor com cordas, é “terra a terra”, exibido e dançante.

Um recitativo de bravura, com metais e sopros, leva ao coro final, tão brilhante quanto o de abertura, mas com mais detalhes e personalidade.

BachCantata, BWV 63 | Julia Sophie Wagner (soprano), Lidia Vinyes Curtis (contralto), Nicholas Phan (tenor), Tobias Berndt (barítono), Coro e Orquestra da Weimarer Bachkantaten-Akademie Ghirlanda – Einstudierung Orquestra, com Helmuth Rilling (regente)