Obras

O VOLTAR
Bach - Oratório da Ascensão, BWV 11
As Mais Belas MelodiasBachCantatas de Bach

Bach – Oratório da Ascensão, BWV 11

Bach – Oratório da Ascensão, BWV 11

Louvai a Deus em Seus reinos

Louvai a Deus em Sua honra

……..

Com um coro pleno

Fazei um hino em Seu louvor

O Oratório da Ascensão é uma obra da maturidade de Bach. Sua primeira execução ocorreu provavelmente a 19 de maio de 1735 (Bach tinha, então, 50 anos).

A abertura é um brilhante coro madrigal na forma de uma ária italiana, com flautas, oboés, trompetes e tímpanos. O coro é impulsionado por um tema nos trompetes. Um comentarista o avalia:

“Há algo simples e sem graça neste coro da capo. É, de certa forma, um coro de trompete e tímpanos sui generis de Bach. Seus elementos são tão simples que poderia ser considerado rotineiro, não fosse o fato de ele manter nossa atenção fixa do início ao fim.”

Tanto o coro de abertura como o de encerramento são peças festivas. O clima aqui é de alegria e de expectativa.

A narrativa, tirada dos Evangelhos e dos Atos dos Apóstolos, é confiada ao tenor Evangelista. O texto é do Evangelho de S. Lucas, 24:50-51: “Jesus, levantando as mãos, abençoou seus discípulos. Aconteceu que, enquanto os abençoava, separou-se deles e foi elevado ao céu.”

Bach – Oratório da Ascensão, BWV 11: 1 – Chorus. Lobet Gott in seinen Reichen John Eliot Gardiner rege English Baroque Soloists e Monteverdi Choir