Obras

O VOLTAR
Brahms Danças Hungaras
BrahmsMúsica Cigana

Brahms – Danças Húngaras nº 1 e nº 11

Nas Danças húngaras, um conjunto de 21 peças publicadas em duas partes, em 1869 e 1880, Brahms captura o ritmo, a energia e a alegria das csárdás e verbunkos, danças folclóricas húngaras de origem cigana, com seus andamentos variados, ritmos animados e passagens virtuosísticas.

Originalmente compostas para piano a quatro mãos, foram depois arranjadas para piano solo e também orquestradas pelo próprio Brahms e por outros compositores, entre os quais Dvorák.

Brahms – Danças Húngaras nº1 | Khatia Buniatishvili e Yuja Wang (piano a 4 mãos)

Brahms – Danças Húngaras nº 11 | Giovanni Nesi e Edoardo Turbil (piano a 4 mãos)

 Já falamos sobre outras Danças Húngaras do compositor, aqui:

Brahms – Danças Húngaras nºs 3, 4 e 5