Obras

O VOLTAR
Jessye-Norman-1-Johannes-Brahms-Canção-de-ninar-sacra
BrahmsFim de Ano Clássico

Brahms – Canção de ninar sacra (Geistliches Wiegenlied)

Cantarcillo de la Virgen (“Cantarzinho” da Virgem)

Pois flutuais à volta das palmas,

Anjos santos…

Que dorme o menino,

Segurai os ramos.

 

Palmas de Belém

(Que movem irados

Os furiosos ventos

Que zunem tanto)

Não lhe façais barulho.

Correi mais devagar,

Que dorme o menino.

 

O menino divino,

(Que está cansado

De chorar na terra,

Por seu descanso).

Sossegar quer um pouco

Do terno pranto…

Que dorme o menino,

Segurai os ramos.

 

Rigoroso frio

O está cercando;

Já vedes que não tenho

Com que abrigá-lo.

Anjos divinos

Que estais voando…

Que dorme o menino

Segurai os ramos.

 

Esse poema de Lope de Vega (1562–1635), traduzido aqui do original em espanhol (e não da versão em alemão de Emanuel Geibel), dá origem a uma das mais belas e comoventes canções de Brahms.

Ele próprio a intitula de Geistliches Wiegenlied,  interpretando-a, assim, como uma canção de ninar. O som quente da viola é usado com grande efeito e contribui para criar este clima terno, caloroso.

 

Brahms – Canção de ninar sacra (Geistliches Wiegenlied), Op. 91, nº 2 | Jessye Norman (mezzo soprano), Ulrich von Wrochem (viola) e Geoffrey Parsons (piano)