Obras

O VOLTAR
Brahms – Sonata nº 2 para Violino e Piano e Lá Maior, Op. 100 
BrahmsViolino e Piano

Brahms – Sonata nº 2 para Violino e Piano e Lá Maior, Op. 100 

A Sonata para Violino e Piano, Op. 100 é a segunda das três que Brahms compôs. Foi escrita em 1886, no Lago Thun, na Suíça, onde o compositor passava os verões.

Calorosa, amável – o primeiro movimento é um Allegro amabile – e de caráter quase pastoral, a Sonata apresenta alguns momentos sombrios, especialmente no final. Representa, no entanto, um Brahms mais relaxado. 

O segundo movimento, Andante tranquilo, é pouco usual na mistura de dois andamentos que se alternam, um movimento lento e um Scherzo, criando uma espécie de duplo rondó.

O final é um Allegretto grazioso, quasi Andante (as indicações de tempo em Brahms são muito minuciosas). É um Rondó pulsante, em que o piano acrescenta passagens cromáticas sem, no entanto, perturbar o caráter relaxado do movimento.

Brahms – Sonata nº 2 para Violino e Piano e Lá Maior, Op. 100 | Leonidas Kavakos (violino) e Yuja Wang (piano)