Obras

O VOLTAR
De Falla - El Amor Brujo | Goya, Disparates
De Falla

De Falla – El Amor Brujo | Goya, Disparates

Manuel de Falla compôs El Amor Brujo (O Amor Feiticeiro) em 1915, para atender a uma encomenda de Pastora Imperio, uma famosa cantora e dançarina cigana de flamenco que o encomendou uma gitaneria (peça cigana).

O enredo narra a história de Candelas, uma bela jovem cigana que é impedida de corresponder ao amor de Carmelo, seu namorado, pelo fantasma de seu antigo amante, um homem infiel e devasso que lhe aparece toda vez que ela se aproxima de Carmelo.

O movimento mais conhecido da obra é a Dança Ritual do Fogo. Candelas vai executá-la para atrair o fantasma do amante. Ela dança com ele, em rodopios cada vez mais rápidos, até que o fantasma, tragado pelas chamas, desapareça para sempre.

O pintor e gravador espanhol Francisco de Goya (1746-1828) criou sua última série de gravuras, Disparates, no fim da vida, entre 1815 e 1824. As obras mostram figuras macabras em cenas de pesadelo. A série é frequentemente interpretada como um violento ataque satírico à nobreza e o ao clero e, de modo geral, aos costumes da época.

Vamos assistir a uma montagem de Disparates ao som da Dança Ritual do Fogo, de Manuel De Falla.