Obras

O VOLTAR
Fauré Suíte Dolly
FauréMúsica Francesa: Séc. XX

Fauré – Suíte Dolly

A Suíte Dolly, de Gabriel Fauré, é uma coleção de pequenas peças para piano a quatro mãos, escritas entre 1893 e 1896, para Dolly (Hélène Bardac), filha de sua amiga Emma Bardac.

Hélène era tão pequena ao nascer que lhe deram o apelido de Dolly (Bonequinha). Ela era uma criança encantadora de cabelos louros. Fauré mandava as peças para a menina nos seus aniversários e em outros eventos.

Berceuse (Allegretto moderato) foi escrita para o primeiro aniversário de Dolly. A suave melodia sobre um acompanhamento ritmado sugere uma canção de ninar. Já Le Pas Espagnol, peça que finaliza a suíte, é uma dança espanhola inspirada em uma estátua equestre de bronze que ficava em cima da lareira da casa de Emma, da qual Dolly gostava muito. É cheia de ritmo e fogo: um grand finale.

Fauré gostava de tocar a suíte com crianças, filhas de amigos seus. A foto que ilustra este texto mostra o compositor tocando com a pequena Srta. Lombard, filha de seus anfitriões em Trevano, Lago di Lugano, 1913.

Fauré – Suíte Dolly, para Piano a Quatro mãos, Op. 56 – 1. Berceuse; 2. Mi-a-ou; 3. Le Jardin de Dolly; 4. Le Pas Espagnol | Arthur e Lucas Jussen (piano a quatro mãos).