Obras

O VOLTAR
Fim de Ano ClássicoFranckMúsica Francesa

Franck – Prelúdio, fuga e variação, Op. 18

Em 1858, César Franck (1822-1890) se tornou organista da recém-consagrada Igreja de Sainte Clotilde, em Paris, onde permaneceu até sua morte.

No ano seguinte, foi instalado na igreja um grande órgão do célebre construtor Cavaillé-Coll. Franck se apaixonou pelo órgão e logo compôs suas Seis Peças para Órgão (1860-1862), das quais faz parte o Prelúdio, Fuga e Variação, Op.18.

A obra tem várias transcrições para piano feitas por terceiros. Tem também uma versão para piano e harmônio, feita pelo próprio compositor, que é pouco conhecida. Esta última, diferentemente das duas primeiras, tem um caráter íntimo, que lhe dá um encanto especial, comovente.

O som do harmônio fica entre o do órgão e o do acordeon e é também evocativo.

Franck – Prelúdio, Fuga e Variação para Harmônio e Piano, Op. 18 | Joris Verdin (harmônio) e Arthur Schoonderwoord (piano)