Obras

O VOLTAR
Grieg Peer-Gynt1
GriegPoema Sinfônico

Grieg – Peer Gynt: Suítes nº 1 e nº 2

“Prezado Sr. Grieg: Escrevo-lhe a respeito de um projeto que pretendo iniciar e para o qual gostaria de contar com sua participação. Pretendo adaptar (o poema) Peer Gynt para o teatro. Será que o senhor poderia escrever a música de cena?”

(Henrik Ibsen, dramaturgo norueguês, 1873).

O compositor norueguês Edvard Grieg (1843-1907) tinha 30 anos quando recebeu essa mensagem de Ibsen. Ele aceitou o convite do dramaturgo e a peça estreou em 1876 na cidade de Christiania (hoje Oslo), com enorme sucesso.

Peer Gynt é o “Pedro Malasartes norueguês” e, assim como o personagem da cultura popular brasileira, é astucioso, cínico, inesgotável de expedientes e de enganos, sem escrúpulos e sem remorsos.

As duas suítes de concerto que Grieg extraiu da música de cena da peça teatral – a Suíte nº 1, Op.46, e a Suíte nº 2, Op. 55 – se tornariam suas obras mais executadas, juntamente com seu concerto para piano.

Suíte Peer Gynt nº 1, Op. 46 (excertos)

1- Grieg afirmou a propósito do primeiro movimento, Atmosfera Matinal: “Penso no sol saindo das nuvens no ponto em que acontece o primeiro Forte na partitura”.

Filarmônica de Berlim, Sakari Oramo (regente)

2- A Dança de Anitra é uma mazurca para cordas em surdina e triângulo, executada pela filha de um chefe beduíno que Peer conhece em suas aventuras na África.

Seattle Symphony, Thomas Dausgaard (regente)

3- Na Mansão do Rei das Montanhas descreve o encontro de Peer com o povo maligno dos Trolls, das terras altas da Noruega.

Filarmônica de Berlim, Paavo Järvi (regente)

Suíte Peer Gynt nº 2, Op. 55

1- A Dança Árabe é colorida e exótica como a Dança de Anitra da Suíte nº 1.

Herzliya Chamber Orchestra (Israel), Harvey Bordowitz (regente)

2 – A Canção de Ninar de Solveig é o epílogo, o final das incríveis aventuras de Peer. Ele volta para casa, já velho e sem um tostão, depois de um naufrágio. Encontra, então, Solveig, o amor de sua juventude, que permaneceu fiel a ele durante todo esse tempo. Ela o recebe com uma canção de ninar. Peer finalmente encontrará repouso e paz em seus braços.

Orquestra Filarmônica da Rádio França, Mikko Franck (regente)