Obras

O VOLTAR
HandelMÚSICA ORQUESTRAL

Händel e Caravaggio – Grande Concerto Op. 6 nº 4

Os doze Grande Concertos – tradução proposta pelo próprio Händel para os seus Concerti Grossi, Op. 6 (1739) – estão entre os melhores trabalhos do compositor. De invenção rica e original, são de um sentimento profundo.

Os concertos são orquestrados para um pequeno grupo de solistas, dois violinos e um violoncelo (o concertino), acompanhados por uma orquestra de cordas (o ripieno). 

Vamos ouvir os dois primeiros movimentos do Grande Concerto em Lá Menor,  Op. 6 nº 4, HWV 322.

A música dramática, sombria, teatral mesmo, da obra combina com o tenebrismo do pintor Caravaggio (1571-1610), um dos maiores artistas do barroco italiano, e seu realismo dramático, teatral, muitas vezes violento.

O primeiro movimento, Larghetto affetuoso, é considerado uma das melhores peças de Händel: grandioso, solene, mas cheio de dor. A melodia é tocada pelos primeiros violinos em uníssono. O baixo se move compassadamente e as partes internas reforçam a harmonia. 

O segundo, Allegro, é uma fuga enérgica, com trocas rápidas entre concertino e ripieno. O clima sombrio do movimento é sublinhado pela cadência final nas cordas graves dos violinos e das violas.

Handel – Grande Concerto em Lá Menor, Op. 6 nº 4, HWV 322: I. Larghetto affetuoso; II. Allegro – Fuga.