Obras

O VOLTAR
Haydn – Quarteto de Cordas, Op. 20 nº 3 

Haydn – Quarteto de Cordas, Op. 20 nº 3 

Segundo Sir Donald Tovey, musicólogo inglês, “Cada página dos seis quartetos, Opus 20, de Haydn é importante histórica e esteticamente. (…) Não há talvez um opus na história da música que tenha realizado tanto e de maneira tão discreta”. 

O movimento de abertura do Quarteto de Cordas, Op. 20 nº 3, Allegro con spirito, é tempestuoso e tumultuado, com paradas e retomadas súbitas.

Este clima continua no Minuetto. O Trio é quase um suspiro de alívio, com um belo solo do segundo violino. 

Um extenso e sereno Poco Adagio tem um solo de violoncelo na seção central (no Opus 20, o violoncelo se liberta do seu papel de “pano de fundo”).

O Rondó final, Allegro Molto, marca o retorno ao Sol menor e ao clima de excitação da abertura, com as mesmas paradas súbitas, instigadas pelo segundo violino.

Haydn – Quarteto de Cordas, Op. 20 nº 3 | Quarteto St. Lawrence

Allegro con Spirito

 

Minuetto

 

Poco Adagio

Allegro Molto