Obras

O VOLTAR
HaydnMÚSICA DE CÂMARA

Haydn – Quarteto nº 5, Op. 64, “A Cotovia”

Esse quarteto faz parte de um conjunto de seis, composto em 1790, ano em que Haydn tornou-se financeiramente independente.

Três destes quartetos, os números 3, 6 e 5 (que vamos ouvir), foram publicados em Londres, em 1791. A página de rosto da edição indicava: “Compostos por Giuseppe Haydn e executados sob a sua direção na sala de Hanover Square (em Londres)”.

No primeiro movimento, Allegro moderato, os acordes staccato do segundo violino, viola e violoncelo são respondidos por uma melodia ascendente e vibrante do primeiro violino (o que rendeu, aliás, o apelido “A Cotovia” ao quarteto). Embora os acordes iniciais pareçam um acompanhamento do primeiro violino, eles são, na verdade, o primeiro tema. A melodia do violino, com seus trinados de cotovia, é o segundo.

Adagio cantábile é quase como uma canção e tem uma melodia extensa tocada no primeiro violino. Uma seção intermediária, em tom menor, é baseada no primeiro tema.

Minueto tem uma abertura rústica, que quebra o clima pensativo do Adagio.

Esse quarteto tem outro apelido – “Hornpipe” (gaita de fole, mas também uma dança escocesa). A música passa rapidamente em semicolcheias, de um instrumento para outro, no estilo de um moto perpétuo. O movimento é em forma ternária A-B-A, com um fugato na parte intermediária.

Haydn – Quarteto nº 5 em Ré Maior, Op. 64, "A Cotovia" | Quarteto Hagen