Obras

O VOLTAR
As Mais Belas MelodiasMendelssohnPIANO

Mendelssohn – Canções sem Palavras, Op. 67 nº 4: Spinnerlied (Fiandeira)

Clássicos dos Clássicos apresenta, a partir de hoje, uma seleção de peças que fazem parte do ciclo das Canções sem Palavras de Mendelssohn. Começamos pela Op. 67 nº 4: “Spinnerlied” (Fiandeira), interpretada pelo pianista Emil Gilels.

A obra para piano de Mendelssohn compreende, além de três sonatas, peças escritas em forma livre. Destas as mais conhecidas são as Canções sem palavras.

As Canções sem palavras, das quais 48 foram publicadas, são a contribuição de Mendelssohn para o gênero das miniaturas para piano – tão popular no século XIX. São peças líricas ou virtuosísticas, derivadas da canção.

Quem melhor as definiu foi o próprio compositor:

“Mesmo se para uma ou outra das minhas Canções sem Palavras eu tinha uma palavra em mente, nunca a contei para ninguém, porque a mesma palavra quer dizer coisas diferentes para pessoas diferentes. Somente as canções dizem a mesma coisa, despertam o mesmo sentimento em todos – um sentimento que não pode ser expresso em palavras.”

Mendelssohn – Canções sem Palavras, Op. 67 nº 4: Spinnerlied (Fiandeira) | Emil Gilels (piano)