Obras

O VOLTAR
Mozart – Concerto para Piano e Orquestra nº 22 em Mi Bemol Maior, K.482
Momentum MozartMozart

Mozart – Concerto para Piano e Orquestra nº 22 em Mi Bemol Maior, K.482

“Este concerto é fascinante em sua teia de vozes”, diz Leif Ove Andsnes sobre o Concerto para Piano e Orquestra nº 22 em Mi Bemol Maior, K 482, “não fica muito claro, no primeiro movimento, qual é a voz principal e qual é a secundária, com os sopros e as cordas formando esta teia – um exemplo de que a beleza em Mozart é raramente unidimensional”.

Andsnes continua: “O gosto de Mozart pelos sons escuros dos metais e das madeiras é manifesto desde o início. Após a fanfarra em uníssono, ouvimos as trompas entrelaçadas com os fagotes; depois da segunda, vem um par de clarinetas aveludadas. Com os demais instrumentos do quinteto de sopros, as clarinetas criam a magia da peça, às vezes fazendo o fundo para o piano, ou usando a clarineta como acompanhante no encantador tema com variações do segundo movimento”.

MozartConcerto para Piano e Orquestra nº 22 em Mi Bemol Maior, K.482 | David Fray (piano) e Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, com Marin Alsop (regente)

1º Movimento – Allegro:

2º Movimento – Andante:

3º Movimento – Allegro: