Obras

O VOLTAR
MÚSICA ORQUESTRALPaganiniRachmaninov

Rachmaninov – Rapsódia sobre um tema de Paganini

Cheia de graça, charme, ritmo, e magistralmente orquestrada, a Rapsódia sobre um Tema de Paganini (1934) é considerada uma das melhores obras de Rachmaninov. 

A palavra rapsódia sugere uma fantasia sem uma estrutura determinada. Mas não é isto que temos aqui. Essa obra é um conjunto de 24 variações cuidadosamente planejadas. O tema é do Capricho em lá menor do violinista virtuose do Niccolò Paganini. 

Rachmaninov não apresenta o tema logo no início – após uma breve introdução, surge a primeira variação. Só depois é que ela aparece no tema nos violinos. 

Na 7ª Variação, um novo tema é apresentado: o Dies Irae (Dia da Ira), um canto fúnebre medieval. Na verdade, há uma relação entre o tema desse canto e o de Paganini. O Dies Irae volta mais tarde, na 10ª Variação, agora como uma marcha grotesca. 

A famosa Variação nº 18 é uma das mais memoráveis melodias líricas que Rachmaninov nos deixou. O que é notável é que ela tem também uma relação com o tema de Paganini – é quase uma imagem invertida dele.

Ouça o Podcast com outras informações sobre a Rapsódia sobre um Tema de Paganini, e um trecho da obra tocado pelo próprio Rachmaninov ao piano:

Podcast | Rachmaninov – Rapsódia sobre um tema de Paganini, Op. 43

Assista, também, a obra completa interpretada pela Filarmônica de Berlim, sob a regência de Claudio Abbado:

Rachmaninov – Rapsódia sobre um tema de Paganini, Op. 43 | Mikhail Pletnev (piano) | Orquestra Filarmônica de Berlim | Claudio Abbado (regente)