Obras

O VOLTAR
MÚSICA ORQUESTRALRimsky-Korsakov

Rimsky-Korsakov – Capricho Espanhol, Op. 34

A música espanhola entrou em moda na Rússia na década de 1840, depois que o compositor Mikhail Glinka (1804-1857) voltou de uma estada de dois anos na Espanha.

Rimsky-Korsákov (1844-1908) escreveu seu Capricho Espanhol em 1887. A composição é uma suíte orquestral com cinco movimentos interligados, baseados em melodias folclóricas espanholas.

Sobre a obra, o próprio compositor escreveu (modestamente):

“A mudança de timbres, a escolha feliz de desenhos melódicos e de padrões de figuração, adequados precisamente a cada tipo de instrumento, as breves cadências para instrumentos solistas, o ritmo dos instrumentos de percussão e assim por diante, constituem a essência da composição e não sua roupagem, isto é, sua orquestração.”

O Capricho Espanhol inicia com uma Alborada, que volta no terceiro movimento com uma  orquestração diferente e, novamente, no finalzinho, mais rápida, percussiva e vigorosa para o gran finale.

 

Rimsky-Korsakov – Capricho Espanhol, Op. 34 | Orquestra Mariinsky | Valery Gergiev (regente)

Movimentos I e II

Movimentos III, IV e V