Obras

O VOLTAR
Schubert - Sinfonia nº 8, Inacabada
Schubert

Schubert – Sinfonia nº 8, Inacabada

A Sinfonia nº 8, Inacabada, escrita em 1822, foi encontrada somente na década de 1860, mais de 30 anos depois da morte de Schubert, no estúdio de seu amigo e compositor Anselm Hüttenbrenner.

O manuscrito continha dois movimentos acabados e esboços de um terceiro. Schubert viveu ainda seis anos depois que a obra tinha sido iniciada. Não se sabe por que não a terminou; há apenas especulações.

O primeiro movimento é um Allegro moderato, sombrio, com um tema em Si menor, tonalidade pouco usual em sinfonias da época, com tema apresentado pela clarineta e pelo oboé. O segundo tema é uma melodia bem conhecida apresentada nos violoncelos. Esta parte do movimento tem muito sentimento e beleza e reflete o talento de Schubert para a melodia. O clima dramático do início volta diversas vezes – o compositor explora o contraste de luz e sombra, de severidade e leveza.

O segundo movimento é um pouco mais lento e é em luminoso tom maior. A clarineta solo traz novamente belas melodias. Há aqui uma leveza e delicadeza nas texturas e harmonias.

SchubertSinfonia nº 8, D 759, Inacabada | Filarmônica de Berlim, Claudio Abbado (regente)