Obras

O VOLTAR
Schumann – Kreisleriana
PIANOSchumann

Schumann – Kreisleriana, Op.16

Nas palavras do pianista Daniil Trifonov:

“A Kreisleriana – Fantasias para o Pianoforte, tem oito movimentos contrastantes, tocados sem interrupção, com exceção do último. Foi escrita em apenas quatro dias, em abril de 1838; uma versão revisada foi publicada em 1850. Pouco depois de publicá-la, em 1839, Schumann disse que esta era sua obra favorita. O título da obra foi inspirado pelo personagem Johannes Kreisler, das obras de E. T. A. Hoffmann. Kreisler era um violinista excêntrico, maníaco depressivo, relembrando assim os alter egos de Schumann – Florestan e Eusebius –, que indicavam os traços contrastantes de sua personalidade: Florestan, impulsivo; Eusebius, sonhador.”

Os movimentos da Kreisleriana de Schumann são:

  1. Äußerst bewegt(extremamente animado);
  2. Sehr innig und nicht zu rasch(muito íntimo e não muito depressa). Este movimento é em forma de rondó – A-B-A-C-A, com um tema principal lírico e dois intermezzos contrastantes;
  3. Sehr aufgeregt(muito agitado);
  4. Sehr langsam (muito lento);
  5. Sehr lebhaft (muito vivo);
  6. Sehr langsam (muito lento)
  7. Sehr rasch (muito rápido)
  8. Schnell und spielend(rápido e jocoso)

Schumann – Kreisleriana, Op.16 | Daniil Trifonov (piano)