Obras

O VOLTAR
Schumann – Toccata, Op. 7
PIANOSchumann

Schumann – Toccata, Op. 7

A Toccata, Op.7, foi publicada em 1834. Seu título original era Etude fantastique en double-sons (Estudo fantástico em notas duplas).

Schumann se referia à Tocatta como “a peça mais difícil jamais escrita” – e até hoje é “uma das peças mais ferozmente difíceis do repertório do piano” [nível de dificuldade 9, o mais difícil, na Escala Henle (*)].

A Tocatta tornou-se uma peça importante do repertório de Clara Schumann e impressionou Mendelssohn quando este visitou sua família em 1834.

Uma comparação de pianistas (Henle) destaca a interpretação de György Cziffra, músico húngaro naturalizado francês.

 Schumann – Toccata em Dó Maior, Op. 7 | György Cziffra (piano)

(*) Nota: Em 2010, a editora de partituras G. Henle Verlag encomendou ao músico Rolf Koenen uma escala de avaliação de peças clássicas que vai de um a nove, de acordo com a dificuldade de sua execução.