Obras

O VOLTAR
MÚSICA DE CÂMARAShostakovich

Shostakovich – Quinteto para Piano, Op. 57

O Quinteto foi composto em 1940, em resposta ao entusiástico pedido do Quarteto Beethoven, na época, um dos mais conceituados conjuntos de câmara da União Soviética.

Shostacovich, ele próprio, tocou a difícil parte do piano na estreia da peça, em novembro, no Conservatório de Moscou, com sucesso de público e crítica.

Em 1941, o Quinteto recebeu o Prêmio Stalin: além da honra e do prestígio, o compositor recebeu 100 mil rublos em dinheiro, que foram imediatamente doados aos pobres de Moscou.

O Quinteto é formado por cinco movimentos, todos com belas melodias claramente enunciadas. Ao Prelúdio inicial, segue-se uma Fuga, em que se estabelece o clima da obra. Depois de um breve Scherzo e de um Intermezzo, que toma o lugar do movimento lento habitual, segue-se um final brilhante.

O virtuosismo exigido pela obra, especialmente na parte do piano, contribui para fazê-la a mais executada dentre as peças de câmara escritas por Shostakovich. Sua popularidade seja, talvez, somente superada por seu Quarteto nº 8.

Shostakovich – Quinteto para Piano, Op. 57 | Martha Argerich (piano), Joshua Bell (1º violino), Henning Kraggerud (2º violino), Yuri Bashmet (viola) e Mischa Maisky (violoncelo).