Obras

O VOLTAR
Heitor-Villa-Lobos_Choros_lírico 3
Nelson FreireVilla Lobos

Villa-Lobos | Lírico e seresteiro

O Choros nº 5 (“Alma Brasileira”) pertence à monumental série dos catorze Choros, compostos nos anos 1920 para as mais diversas formações instrumentais (desde violão solo a grande orquestra com coro) como uma homenagem aos “chorões”, músicos que Villa-Lobos tanto admirava. O Choros nº 5 é organizado como uma sucessão de paisagens musicais — o seresteiro urbano nas primeira e última seções, o ambiente da música de viola sertaneja na segunda, e a rítmica afro-brasileira na terceira.

Villa-Lobos – Choros nº 5 – “Alma Brasileira”

 

A Valsa da Dor foi composta em 1932. Nela, Villa-Lobos brinca com a ideia de uma “valsa em 4 tempos” ao sobrepor uma melodia em compasso binário a um acompanhamento ternário.

Villa-Lobos – Valsa da Dor

Nota: Todos os trechos citados são de autoria de Manoel Corrêa do Lago e foram retirados do encarte do CD Brasileiro, de Nelson Freire.