Obras

O VOLTAR
bach cantata
BachMetais

Bach – Cantata BWV 51: Jauchzet Gott in allen Landen

A bela Cantata BWV 51: Jauchzet Gott in allen Landen (Louvai o Senhor em toda parte), de Bach, apresenta um dueto entre soprano e trompete na ária de abertura, um trecho extremamente brilhante que segue a forma de um concerto instrumental (um reaproveitamento, talvez?).

O trompete é aqui o do tempo de Bach – sem válvulas – e sua execução é mais difícil. É um esplêndido trompete concertante que indica uma ocasião festiva: daí a hipótese de que a obra tenha sido escrita para uma celebração privada, fora de uma igreja. Bach anota na partitura: “in ogni tempo” (pode ser executada em qualquer ocasião).

Bach compôs a Cantata na cidade de Leipzig, onde, nas igrejas, somente os meninos podiam cantar as partes para soprano; todavia, a linha do soprano é virtuosística demais para um menino cantor: ela é composta para uma soprano coloratura. 

O recitativo seguinte é sereno, em contraste com a ária anterior, e leva a uma bela e introspectiva ária com acompanhamento do continuo – executado pelo violoncelo e o cravo.

Dois violinos solo, novamente muito virtuosísticos, acompanham a cantora em um coral que leva diretamente a um fulgurante Aleluia final.

Bach – Cantata BWV 51: Jauchzet Gott in allen Landen | Maria Keohane (soprano), Sebastian Philpott (trompete), Orquestra Barroca da União Europeia regida por Lars Ulrik Mortensen