Obras

O VOLTAR
Bach Pastoral
BachFim de Ano Clássico

Bach – Oratório de Natal: Pastoral

A Pastoral é a peça mais executada do Oratório de Natal de Bach. No lugar dos festivos coros de abertura das outras partes do Oratório, temos, na segunda parte, um movimento instrumental, caloroso e íntimo.

O texto é do Evangelho de São Lucas: 

“Na mesma região, encontravam-se uns pastores que pernoitavam nos campos, guardando os seus rebanhos. Um anjo do Senhor apareceu-lhes, e a glória do Senhor refulgiu em volta deles; e tiveram muito medo. O anjo disse-lhes: ‘Não temais, pois vos anuncio uma grande alegria, que o será para todo o povo. Hoje, na cidade de David, nasceu-vos um Salvador, que é o Messias Senhor. Isto vos servirá de sinal: encontrareis um menino envolto em panos e deitado numa manjedoura’. De repente, juntou-se ao anjo uma multidão do exército celeste, louvando a Deus e dizendo: ‘Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens de boa vontade’.”

Com o propósito de ilustrar musicalmente essa cena, Bach estabelece um diálogo entre os oboés, de um lado, e as flautas e cordas, do outro.

Os oboés, que representam os pastores, são quatro: dois deles são oboés da caccia (de caça, curvos – os dois de trás, no vídeo), que têm um som mais rústico, assim adequados à cena.

Enfim, as flautas e cordas simbolizam o coro dos anjos.

Bach – Oratório de Natal: Pastoral | Sir John Eliot Gardiner (regente) à frente dos English Baroque Soloists