Obras

O VOLTAR
Chopin - Estudos Opus 25
ChopinPIANO

Chopin – Estudos Opus 25

Os Estudos, Op. 25, de Chopin, foram publicados em 1837, 14 anos depois dos Estudos, Opus 10.  Saiba os apelidos de cada peça:

Nº 1. Harpa eólica

Nº 2. As abelhas

Nº 3. O Cavaleiro

Nº 4. Paganini

Nº 5. Nota errada

Nº 6. Terças

Nº 7. Violoncelo

Nº 8. Sextas

Nº 9. Asas de borboletas

Nº 10. Oitava

Nº 11. Vento de Inverno

Nº 12. Oceano

Novamente, aqui é difícil escolher quais peças comentar, mas vamos tentar eleger algumas:

  • o nº 1, “Harpa eólica”, é um turbilhão de notas que o vento sopra na harpa;
  • o nº 5 é o estudo “manco”a cada ataque da mão direita está colada uma inflexão cromática, distante um semitom, que cria esse efeito de desequilíbrio;
  • o nº 7 é lento e lírico e tem a forma de um trio de câmera: a mão esquerda, o “violoncelo”, faz um dueto com uma melodia na “flauta”, enquanto um acompanhamento em acordes suaves ocupa o espaço entre os dois. Este é um dos poucos estudos nos quais a mão esquerda é mais difícil que a direita;
  • o nº 9, que tem o apelido de “Asas de Borboleta”, é o mais curto dos Estudos – dura menos que um minuto. Requer muita destreza e precisão da mão direita;
  • o nº 11, conhecido como “Vento de inverno”, é (segundo um comentarista) o sucessor e paralelo do Estudo nº 12, Op. 10, o “Estudo revolucionário”. Aqui, porém, as funções das mãos se invertem. À mão esquerda compete o tema, uma marcha sombria e solene, enquanto a direita desliza frenética por todo o teclado, criando um contraponto dramático.
Chopin – Estudos, Op. 25 | Daniil Trifonov (piano)