Obras

O VOLTAR
Grieg – Concerto para Piano em Lá Menor, Op. 16
Concertos RomânticosGrieg

Grieg – Concerto para Piano em Lá Menor, Op. 16

Quando Edvard Grieg (1843-1907) era ainda estudante em Leipzig, ouviu o Concerto para Piano de Schumann, interpretado por sua viúva, Clara. Seu Concerto para Piano em Lá Menor, composto em 1868, durante suas férias na Dinamarca, segue o estilo do de Schumann.

A obra data de uma época em que sua música estava se distanciando das influências dinamarquesas e alemãs e buscando a música de sua terra natal, a Noruega. Ela apresenta muitas características puramente norueguesas, particularmente em sua riqueza melódica.

O Concerto inicia com um rufar de tímpanos que leva à entrada do solista, seguida por um tema que aparece primeiramente nos sopros, é repetido pelo piano, e que conduz ao segundo tema, sugerido pelos violoncelos. O desenvolvimento é breve e o final leva a uma cadenza rapsódica, seguida pela coda.

O segundo movimento é tranquilo, com a orquestra e o piano propondo diferentes temas, mas sem o tumulto do primeiro movimento.

O final começa com o ritmo da dança norueguesa halling, ao qual se segue a intervenção rapsódica do piano, que fez deste um dos concertos de maior sucesso no repertório romântico.

Vamos assistir ao Concerto executado pela Bergen Philharmonic Orchestra, da Noruega, regida por Kazuki Yamada, tendo como solista o jovem pianista inglês Benjamin Grosvenor, cuja excelente performance é aplaudida logo ao final do primeiro movimento.

Grieg – Concerto para Piano em Lá Menor, Op. 16 | Benjamin Grosvenor (piano), Bergen Philharmonic Orchestra, Kazuki Yamada (regente).

Imagem: Casa de campo de Grieg, em Troldhaugen, Noruega.