Obras

O VOLTAR
Shostakovich - Quarteto nº 3 em Fá Maior
Quartetos: Séc. XXShostakovich

Shostakovich – Quarteto nº 3 em Fá Maior

O Quarteto nº 3 em Fá Maior, Opus 73, de Shostakovich, foi composto em 1946 e estreado em Moscou pelo Quarteto Beethoven, a quem é dedicado.

A menção a Beethoven é apropriada, já que vários críticos consideraram que a composição, particularmente no seu sentido quarto movimento, evocava o espírito do mestre. Não é, porém, uma imitação. Pelo contrário, é extremamente original.

O quarteto tem cinco movimentos:

  1. Allegretto
  2. Moderato con moto
  3. Allegro non troppo
  4. Adagio (attacca)
  5. Moderato

Para a première, Shostakovich renomeou os movimentos como “uma história de guerra”, para que não fosse acusado de “formalismo” ou “elitismo”:

  1. Ignorância do futuro cataclisma
  2. Rumores de inquietação e antecipação
  3. Forças de guerra desencadeada
  4. Em memória dos mortos
  5. A eterna questão: por quê e para quê?

“A estrutura do quarteto é pouco usual – cinco movimentos, com temas dos movimentos anteriores recapitulados no final. Sua execução é muito demandante. Boa parte dela está nos registros mais altos dos instrumentos e há passagens de solos brilhantes, contrárias à execução em conjunto, esperada em um quarteto. Mais ainda, a linguagem harmônica pode ser áspera. O sentido de tonalidade é ofuscado pela escrita continuamente cromática.” (Eric Bromberger – Notas de Programa LAPhil)

Shostakovich – Quarteto nº 3 em Fá Maior, Op. 73 | Quarteto Borodin