Obras

O VOLTAR
Sibelius Finlandia
Poema SinfônicoSibelius

Sibelius – Finlândia

No final do século XIX, o domínio da Rússia sobre a Finlândia se tornava cada vez mais opressivo. Foi um tempo de grande tensão política. O país conquistou sua independência logo depois da revolução russa, sendo sua autonomia reconhecida em 1920.

Em 1899, o compositor finlandês Jean Sibelius (1865-1957) aceitou uma encomenda de compor uma obra para uma demonstração patriótica em Helsinque. Escreveu então um poema sinfônico breve e simples: A Finlândia Desperta.

No ano seguinte, Sibelius revisou a peça e mudou seu nome para Finlândia. A peça, brilhante, vibrante, que termina com uma das grandes melodias da história da música, obteve enorme sucesso.

Tal como no caso do Bolero de Ravel, a fama de Finlândia perseguiu Sibelius pelo resto de sua vida.

Vamos ouvi-la com a Orquestra de Liverpool, sob a regência do maestro russo Vasily Petrenko.