Obras

O VOLTAR
BeethovenBeethoven Hoje

Beethoven – Sonata nº 1 em Fá Menor, Op 2 nº 1

As três sonatas do Opus 2 são o cartão de visitas de Beethoven ao público de Viena. Ele compôs a Sonata nº 1 em Fá Menor em 1795, ano de seu primeiro recital na cidade.

Haydn queria que Beethoven se autointitulasse “discípulo de Haydn; ele porém se recusou, dizendo que pouco ou nada tinha aprendido com o compositor. No entanto, talvez como um gesto conciliatório, Beethoven as dedicou a Haydn.

Seja como for, foi Mozart, e não Haydn, quem teve a maior influência sobre Beethoven, sendo este o compositor que ele mais admirava.

A sonata é dividida em quatro movimentos:

  1. Allegro(Fá menor): Enérgico e brilhante, lembra o final da Sinfonia nº 40, de Mozart. Seu tema principal difere da obra apenas em sua tonalidade: Fá menor, ao invés do Sol menor da Sinfonia.
  1. Adagio(Fá maior): A maior parte das obras mais populares de Beethoven é conhecida por seu caráter de conflito. Mas este Adagio, sereno e simples, é de suave ternura.
  1. Menuetto – Allegretto (Fá menor – Trio em Fá maior): Um minueto e um trio de caráter dançante.
  1. Prestissimo(Fá menor): O final irrompe em um prestíssimo impetuoso e virtuosístico, já bem ao modo de Beethoven.

Beethoven – Sonata nº 1 em Fá Menor, Op 2 nº 1 | Igor Levit (piano)