Obras

O VOLTAR
Beethoven – Sonata nº 15 em Ré Maior, Opus 28, “Pastoral”
BeethovenBeethoven 250Beethoven Hoje

Beethoven – Sonata nº 15 em Ré Maior, Op. 28, “Pastoral”

A Sonata nº 15 em Ré Maior, Opus 28, “Pastoral” data de 1801 e foi composta imediatamente após as experiências com novas formas que Beethoven tinha feito com a Sonata Quase uma Fantasia, Op. 27 nº 1, e a Sonata ao Luar, Op. 27 nº 2, ambas já apresentadas em nosso site.

A Pastoral é seu último trabalho no formato em quatro movimentos tradicionais e sua despedida ao estilo clássico de seu primeiro período. A obra recebeu o apelido de seu editor de Hamburgo. O termo “Pastoral” combina com a música tranquila de seu primeiro movimento e com a graça rústica de seu Final.

No primeiro movimento, Allegro, reparem nas notas repetidas no baixo do piano – elas dão uma certa urgência ao tema gracioso apresentado na mão direita.

O segundo movimento, Andante, era um dos preferidos de Beethoven, que o tocava para seus amigos. Ele é composto por três partes A-B-A. As partes externas, A, têm o clima de um hino solene e sombrio de uma procissão. Já a parte central, B, é leve e clara, com seus arabescos delicados.

O breve terceiro movimento, Scherzo – Allegro Vivace, se baseia inteiramente em dois motivos de quatro compassos, um de oitavas descendentes e o outro de arpejos também descendentes. Um Trio agitado faz o contraste.

O quarto movimento, Final, marcado Rondó – Allegro ma non troppo, começa com uma imitação do baixo de uma gaita de fole, o que dá um tom bucólico, pastoral à música. Os episódios intermediários são bem inspirados, variados e divertidos.

BeethovenSonata nº 15 em Ré Maior, Opus 28, “Pastoral” | Igor Levit (piano)