Obras

O VOLTAR
Beethoven - Sonata nº 7 em Ré Maior, Op. 10 nº 3
BeethovenBeethoven 250Beethoven Hoje

Beethoven – Sonata nº 7 em Ré Maior, Op. 10 nº 3

As três sonatas do Opus 10 foram escritas por Beethoven entre 1796 e 1798. A Sonata nº 7 em Ré Maior, considerada a primeira obra-prima do ciclo de sonatas de Beethoven, é a maior e a mais importante das três.

“Acordei em Ré maior”, dizia Beethoven desta sonata.

A obra é dividida em quatro movimentos – 1. Presto; 2. Largo e mesto; 3. Minueto – Allegro; e 4. Rondó – Allegro –, mas com exceção de seu maravilhoso Minueto, é duvidoso que ela fosse considerada aceitável para os ouvidos de 1798.

O segundo movimento, Largo e mesto (Lento e triste), é de uma intensidade que revela, nas próprias palavras de Beethoven, um estado melancólico. Este Largo é famoso por sua beleza e também como prenúncio de outros movimentos lentos igualmente trágicos. Beethoven o interpretava frequentemente como uma peça isolada.

Do desespero do Largo em Ré menor emerge um Minueto que nos leva de volta ao Ré maior, como o sol entre as nuvens.

O Rondó final se baseia em motivos simples de três notas ascendentes. Sua inventividade, suas mudanças constantes de humor, suas pausas expressivas e, especialmente seu final caprichoso, que se dissolve no ar, fazem dele um desafio ao intérprete.

Beethoven – Sonata nº 7 em Ré maior, Op. 10 nº 3 | Igor Levit (piano)