BLOG

B VOLTAR

As cantatas de Bach

AS CANTATAS DE BACH

“As cantatas de Bach chamam nossa atenção como testemunho da suprema arte da fé cristã e da história cultural do Ocidente.”

(Alfred Dürr, musicólogo e autoridade em Bach)

Embora muitas das cantatas compostas por Bach tenham sido perdidas, pelo menos 209 chegaram até nós.

A maioria dessas peças é formada por cantatas sacras, mas há também cantatas profanas, geralmente destinadas à comemoração de eventos como aniversários, posse de Conselhos Municipais etc.

As cantatas sacras são destinadas aos serviços religiosos de domingo. O texto é baseado no evangelho do respectivo domingo do calendário religioso luterano, complementado por textos de libretistas alusivos à ocasião.

As primeiras cantatas de Bach datam de 1707, quando, aos 22 anos, ele era organista da pequena cidade de Arnstadt. As seguintes foram escritas em Mühlhausen, em 1708.

O primeiro ciclo de relevância foi o de Weimar, composto de 1714 a 1717. Bach foi nomeado, em 1714, Konzertmeister (chefe de orquestra) do ducado de Weimar, e tinha a incumbência de escrever uma cantata por mês.

Em 1723, o compositor assumiu o posto de Kantor e Diretor de Música em Leipzig. Entre 1723 e 1727 (ano em que compôs a Paixão Segundo S. Mateus), Bach escreveu mais de 150 cantatas, no ritmo impressionante de uma composição por semana.

As cantatas de Leipzig podem ser agrupadas em três ciclos anuais, seguindo o calendário da liturgia luterana. Elas requerem geralmente quatro solistas e um coro de quatro partes, que são acompanhados por uma orquestra, geralmente pequena, de cordas, sopros e baixo contínuo. Os textos combinam citações da Bíblia com adendos de libretistas contemporâneos.

 

A Cantata

A cantata (particípio passado substantivado do verbo cantare, em italiano) é um tipo de composição vocal para uma ou mais vozes com acompanhamento instrumental, podendo muitas vezes incluir um coro.

O gênero teve origem nos madrigais medievais e surgiu para se diferenciar das tocatas, que eram peças estritamente instrumentais. O Barroco foi o período áureo das cantatas e, além de Bach, outros compositores se destacaram no gênero, como Telemann, Scarlatti, Vivaldi e Händel.

Sua estrutura é muito variada, mas segue, na maioria das vezes, o seguinte esquema:

– Coro de Abertura

– Recitativo

– Ária

– Recitativo

– Ária

– Coral

É importante chamar a atenção para o fato de que a orquestração e a estrutura citadas acima são exemplificativas: ambas são extremamente variáveis.

DESTAQUES