BLOG

B VOLTAR

Belcea Quartet no Middle Temple Hall, Londres

Clássicos dos Clássicos assistiu, em Londres (11/10/2019), um recital do Belcea Quartet no Middle Temple Hall, edifício histórico de estilo elizabetano, construído entre 1562 e 1573.

O programa comemorativo dos 250 anos de Beethoven foi inteiramente dedicado aos quartetos de cordas provenientes das três fases do compositor alemão: Quarteto nº 3 em Ré Maior, Op. 18; Quarteto nº 16 em Fá Maior, Op. 135; e Quarteto nº 8 em Mi Menor, Op. 59 nº 2, “Razumovsky”.

A recepção do público foi entusiástica: o Belcea foi aplaudido de pé, longamente, no final.

 

Os quartetos de Beethoven

Beethoven compôs 16 quartetos de cordas ao longo de sua vida. Considerados um marco na composição para esse gênero, enquanto os seis primeiros (Op. 18) evidenciam uma herança clássica, sobretudo de Haydn e Mozart, os da fase intermediária (Op. 59) já revelam uma maior complexidade musical e intensidade dramática, culminando nos quartetos da última fase (Opp. 131, 132, 133 e 135), em que o compositor passa da maturidade para a exploração de novos caminhos.

 

Belcea Quartet

Um dos mais aclamados quartetos de cordas da atualidade, o grupo sediado em Londres celebra 25 anos de atividades em 2019. Com uma impressionante discografia, o Belcea já gravou as integrais dos quartetos de Britten, Bartók e Beethoven (Gramophone Awards 2011), além de obras de outros compositores.

“A música de Beethoven tem sido central em nossa trajetória, desde o primeiro ensaio. Os 16 quartetos, escritos há mais de 200 anos, são uma das mais completas e poderosas realizações musicais jamais criadas. Sua perfeição se revela em uma intensidade sem precedentes e na surpreendente evolução transcorrida entre sua produção inicial e final: foram os trinta anos que revolucionaram para sempre a experiência com a música.”

A recepção da crítica para a gravação foi extremamente favorável. A BBC Music Magazine, por exemplo, destaca a intensa interpretação do grupo: “(Essa integral) é uma grande realização e, mesmo que o quarteto volte a gravar essas obras, permanecerá sempre uma coleção memorável”. 

 

Assista ao Belcea Quartet tocando trechos de alguns dos quartetos de Beethoven:

 

 

DESTAQUES