BLOG

B VOLTAR
pássaro de fogo stravinsky

Música e Dança | Stravinsky – O Pássaro de Fogo

O Pássaro de Fogo foi a primeira das colaborações revolucionárias de Stravinsky com Diaghilev, chefe dos Balés Russos. Foi a apresentação ao mundo do jovem e desconhecido compositor russo.

O uso original e virtuosístico das colorações orquestrais e os ritmos abruptos e repetitivos da música, combinada com a coreografia inovativa de Michel Fokine, criaram uma experiência inédita para a plateia, sucesso de público e de crítica.

O enredo de O Pássaro de Fogo é uma colcha de retalhos – sua história e seus personagens são extraídos de várias fontes do folclore russo.

Na introdução, o Príncipe Ivan encontra o pássaro de fogo durante uma caçada, capturando-o. Continuando sua jornada, chega ao castelo onde o maligno Rei Kashchei (que também é um feiticeiro) mantém 13 princesas em cativeiro.

Para se distrair, as princesas dançam em um pátio. Elas avisam o Príncipe Ivan de que Kashchei, com suas garras verdes, transforma as pessoas em estátuas de pedra. Ivan, protegido pela pena mágica do pássaro de fogo, provoca Kashchei.

De repente o pássaro de fogo aparece e enfeitiça Kashchei e seus horrendos ogros, fazendo-os dançar até a exaustão. Após desmaiarem, o pássaro de fogo, com sua etérea canção de ninar, leva-os a um sono eterno.

As princesas e as vítimas de Kashchei são libertadas. O Hino Final captura sua alegria, com acordes triunfantes.

Stravinsky – O Pássaro de Fogo: Dança Infernal do Rei Kashchei e Canção de Ninar | Diana Vishneva (Pássaro de Fogo), Balé do Teatro Mariinsky

DESTAQUES