BLOG

B VOLTAR
Music by Erich Korngold

Música no Cinema | A Música de Erich Korngold em Hollywood

O compositor austríaco Erich Korngold (1897-1957) foi um menino prodígio, desenvolvendo uma carreira de grande sucesso desde seus 10 anos de idade.

“Um gênio… um gênio”, disse Gustav Mahler ao ouvi-lo. O musicólogo Eduard Hanslick o chamou de “Pequeno Mozart”. Puccini foi entusiástico: “O menino tem tanto talento que poderia facilmente dar metade [para alguém] e ainda ficar com [talento] mais do que suficiente para si”.

Em 1934, Korngold foi chamado a Hollywood para trabalhar na música do filme Sonho de uma Noite de Verão, criando um novo arranjo para uma composição de Felix Mendelssohn para sua trilha. O compositor causou tamanha impressão que foi convidado para trabalhar em outros projetos.

Erich Korngold recebeu quatro indicações para o Oscar por sua produção para o cinema, sendo premiado duas vezes: em 1936, por Anthony Adverse, e em 1938, por As Aventuras de Robin Hood.

O compositor ainda estava em Hollywood quando os nazistas invadiram a Áustria em 1938. Sua música foi banida pelo fato de ele ser judeu e, pouco tempos depois, ficou esquecida na Europa.

Quando finalmente voltou para a Áustria, em 1939, Korngold teve uma recepção muito fria. Sua música era considerada “romântica demais”, estava fora de moda, obsoleta.

Desapontado e deprimido, retornou aos Estados Unidos. Faleceu em Hollywood, em 1957, acreditando que o mundo havia se esquecido tanto dele quanto de sua música.

Cena do filme Sonho de uma noite de verão

 

Trailer do filme Anthony Adverse

 

Cena do filme As Aventuras de Robin Hood

 

 

DESTAQUES