BLOG

B VOLTAR

O poder da música: Fúria

Uma das emoções mais perturbadoras que acomete o ser humano é a fúria. Händel também escreveu árias que exploram esse sentimento em suas obras vocais. A seguir vamos conhecer duas delas, a primeira, da ópera Tamerlano e, a segunda, do oratório Semele:

Fúria por um amor traído

Händel – “A dispetto d’un volto ingrato”, da ópera Tamerlano | Jakub Józef Orliński (contratenor), com a Orchestra of the Teatr Wielki, Polish National Opera, regida por Andriy Yurkevych (regente)

Ária de furor – Não aceito nada menos

Händel – I’ll take no less”, do oratório Semele | Cecilia Bartoli (mezzo soprano), com Orchestra “La Scintilla”, regida por William Christie

DESTAQUES