BLOG

B VOLTAR
renascença musica italiana 800px-Sandro_Botticelli_-_La_Primavera_-_Google_Art_Project[1]

Renascença Italiana

A Renascença na música italiana ocorre entre os anos de 1500 e 1600. A música desse período marca uma reação à complexidade excessiva da Ars Nova. Em contraposição à polifonia, surge a homofonia, a monodia acompanhada.

Este foi o mais revolucionário período da música europeia, com o desenvolvimento da harmonia e o surgimento da ópera.

As primeiras óperas, cantadas em italiano, consistiam em melodias e harmonias relativamente simples. A primeira ópera que se tem registro é Dafne, de Jacopo Peri (1561-1633), de 1597. Já a ópera Orfeu, de Claudio Monteverdi (1567-1643), foi composta em 1607.

Deste período, destacamos as seguintes obras:

Kyrie da Missa Papae Marcelli, de Giovanni Pierluigi da Palestrina (1525-1594), com o Coro da Capela Sistina regido por Massimo Palombella:

 

Trechos de Selva Morale e Spirituale, de Monteverdi, com o Coro musicAeterna e Le Poème Hamonique, sob regência de Vincent Dumestre:

 

Madrigal Moro, lasso, al mio dolo, de Carlo Gesualdo (1566-1613), com a Compagnia del Madrigale:

Conheça outras obras da Renascença italiana:

Abertura e Prólogo da ópera Orfeu de Monteverdi

“Pur ti miro, pur ti godo”, dueto final da ópera L’Incoronazione di Popeia, de Monteverdi

Miserere de Allegri

 

DESTAQUES