BLOG

B VOLTAR
Víkingur Ólafsson

Víkingur Ólafsson – Recital

Em setembro de 2019, Clássicos dos Clássicos publicou a série Uma nova era de ouro do piano, destacando jovens talentos como o russo-alemão Igor Levit e o russo Daniil Trifonov, além de duas talentosas pianistas, a italiana Beatrice Rana e a chinesa Yuja Wang, esta, a mais conhecida de todos.

Agora vamos conhecer um pouco mais de Víkingur Ólafsson, 36, pianista islandês cuja carreira ganhou prestígio internacional com o disco Johann Sebastian Bach (Deutsch Grammophon, 2018), no qual ele interpreta peças de Bach transcritas para piano. O trabalho foi escolhido como “Disco do Ano” pela BBC Music Magazine.

Por seu disco anterior, Philip Glass Piano Works (Deutsche Grammophon, 2017), Ólafsson ganhou do jornal New York Times o seguinte elogio: “Ólafsson é o Glenn Gould da Islândia”.

Mais que isso, o pianista foi eleito, em 2020, “Artista do Ano de 2019” pela prestigiosa revista britânica Gramophone, que define seu trabalho como uma “rara combinação de puro brilhantismo técnico, controle expressivo e profundidade interpretativa”.

Vamos apresentar, nos próximos posts, um recital com Ólafsson interpretando composições de Jean Philippe Rameau, Johann Sebastian Bach, Frédéric Chopin e Philip Glass.

Saiba mais sobre Víkingur Ólafsson: https://vikingurolafsson.com/

DESTAQUES